Seu navegador está desatualizado. Atualize-o para obter uma melhor visualização do site!

10 dicas para escolher e armazenar alimentos

Além de saber os truques e as receitas para cozinhar pratos deliciosos, escolher e armazenar os alimentos de forma correta também são habilidades de quem adora a arte de cozinhar. Mas é normal surgirem certas dúvidas - por exemplo, como guardar os tomates para que se mantenham frescos e saborosos? Pensando nisso, separamos 10 dicas infalíveis e práticas para você armazenar e escolher os seus ingredientes da melhor forma possível. Confira!

1 -Organizar a geladeira é fundamental para guardar os alimentos de forma eficiente e saudável: não deixe o seu refrigerador muito cheio, nem cubra as prateleiras com panos, pois isso acaba dificultando a circulação do ar frio dentro do aparelho. Além de não deixar que os itens sejam resfriados o suficiente, isso ainda aumenta o consumo de energia elétrica do eletrodoméstico.

2 - Hortaliças podem ser armazenadas na geladeira: isso porque muitas delas acabam estragando rapidamente e o resfriamento acaba alongando a vida útil delas. Para que possam durar mais tempo e ficarem bem conservadas, o ideal é que você, antes de guardar, lave-as. Após a higienização, seque-as bem e guarde-as em sacos plásticos próprios para armazenar alimentos na geladeira. Lembre-se: quanto mais fresca a hortaliça estiver e quanto antes você fizer esse processo, mais tempo ela irá durar!

3 - Você adora bananas, mas evita comprar um cacho porque elas estragam muito rápido? Então, a dica é comprar um cacho um pouco mais verde/não tão maduro e armazená-lo fora da geladeira, pois assim a durabilidade será maior. Isso porque, na geladeira, o escurecimento da banana é acelerado e a fruta amadurece (e estraga) mais rápido!

4 - Para a escolha das melhores frutas, garantindo sabor e suculência, opte por aquelas mais cheirosas, firmes e sem machucados. Mas também há truques mais específicos, como no caso do abacaxi: arranque uma folha do centro da coroa - se ela sair facilmente, o abacaxi está pronto para consumo.

5 - Uma orientação parecida vale para os legumes e as verduras: escolha aqueles que possuírem uma textura lisa, firme e sem furos e/ou manchas. Os legumes e as verduras, idealmente, também precisam ser resistentes ao toque; a alface boa para o consumo, por exemplo, não tem folhas amolecidas, escuras e amareladas.

6 - Na hora de comprar carne, tenha muita atenção com o aspecto da peça: que deve ter um tom bem vermelho. Já a gordura, um tom bastante branco (quanto mais branca, mais fresca está a carne).

7 - Na dúvida sobre como escolher grãos perfeitos? Simples: eles não devem ter buracos e a embalagem não pode contar com farelo algum - ambos são sinais da presença de carunchos!

8 - Ao congelar carnes, dê preferência aos sacos plásticos próprios para freezer ou potes plásticos com tampa (principalmente para as preparações com molho).

9 - Já no caso dos vegetais, a melhor técnica de armazenamento é o chamado branqueamento: coloque o vegetal na água fervente por alguns minutos, escorra, leve à água gelada (para causar um choque térmico), depois coloque-o no saco plástico e, por fim, leve à geladeira ou ao congelador. Essa técnica é ótima porque, além de manter as cores dos vegetais e os seus nutrientes, traz praticidade na hora de fazê-los.

10 - Sempre é bom lembrar os principais itens que não podem ser congelados: maionese, ovo e purê de batata, que perde a sua cremosidade.

Seguindo essas dicas, você vai poder escolher e armazenar alimentos e ingredientes com muitomais facilidade e praticidade - e, assim, preparar receitas ainda mais deliciosas!